Seja mais um amigo!

Visitem!

Veja outros bons posts deste blog!

(se quiser, clique na imagem e para ver mais, na nova página, carregue no botão F5 para actualizar)

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Estrada que toca musica!

Olá a todos. Hoje era para falar do lixo acumulado nas ruas de Lisboa, mas como estamos num País livre e as pessoas têm direito à greve, resolvam lá a situação da melhor maneira possível. Ao que parece até já colocaram a polícia à porta das instalações da Valorsul (a CGTP já está no terreno). A empresa afirma que comunicou aos Ministérios do Ambiente e do Trabalho que os serviços mínimos não estão a ser cumpridos, como aquelas entidades tinham decretado, mas nega ter chamado as autoridades (pois, se calhar, os policias já não têm onde colocar o lixo vai daí, foram pedir justificações). Bom, hoje tive conhecimento de uma invenção no mínimo curiosa, os japoneses inventaram uma estrada capaz de tocar música. Segundo o “Telegraph, tornar o barulho da estrada numa doce melodia foi o objectivo de alguns investigadores japoneses, depois de descobrirem que as ranhuras do pavimento das estradas ressoavam dentro dos carros como notas musicais (aqui em Portugal até dava para formar uma banda com a quantidade de buracos que se vê por ai em algumas estradas!). Depois de medirem a distância entre as ranhuras e a sua profundidade, um grupo do Hokkaido Insutrial Research Institute foi capaz de transmitir o som através das rodas do veículo para dentro do mesmo Algumas estradas de três zonas a norte do Japão foram cortadas com distâncias precisas. Além disso, foram pintadas algumas notas musicais gigantes, uma forma de alertar os condutores para a estranha experiência que estão prestes a viver (dão-se a cada trabalho!). A descoberta deste fenómeno aconteceu quando um condutor de uma máquina escavadora deixou cair a pá e, mais tarde, reconheceu notas musicais quando passou por cima das mesmas marcas que tinha feito. Os investigadores agarraram nesta ideia e puseram-na em prática nalgumas estradas para testar o seu potencial. Contudo, a opinião daqueles que experimentaram a “estrada da música” é divergente. Alguns defendem que o som emitido é mais um ruído do que uma música, enquanto outros dizem que até é possível cantar (interessante). Como seria se aplicassem esta técnica em Portugal?! Deixo isso ao critério da vossa imaginação. Amanhã deixo a solução do enigma de ontem, ainda vão a tempo de deixar uma opinião. Para todos, um bom dia .


Nota: Para se ouvir a música da melhor forma deve-se circular a 45km/h, já que mais depressa ou mais devagar o som é afectado. Nas zonas em que o limite máximo de velocidade permitido por lei é de 50km/h, os especialistas acreditam que esta nova invenção incentivará os condutores a respeitar as indicações, ou mesmo a andar mais devagar (uma ideia com vantagens).

Um comentário:

Heloisa disse...

Estradas que tocam música? Que interessante, Ricardo! Gostei mesmo, só poderia ser idéia de japoneses.
Tem um meme pra você no Coisas.
Ah, hoje aqui no Brasil é feriado, dia da Proclamação da República.
Abraço.

Blog Widget by LinkWithin